NOSSA HISTÓRIA

Primeiro gostaria de ressaltar a importância em se compartilhar boas ações. O mundo e as mídias estão cheias de más notícias, maus exemplos de cidadania e humanidade. Por isso a importância de se compartilhar o que possa nos trazer esperança na humanidade, para manter viva nossa expectativa na construção de um mundo melhor e mais justo. 

Bom, me chamo Tayana Leoncio sou teóloga, especialista em história e pedagogia social, amante da fotografia, mãe de duas meninas e sonho em contribuir na construção de um mundo melhor. E foi através deste desejo que nasceu o Há esperança, uma tomada de consciência da realidade que tão próximo me cercava, me engajei nas causas sociais e fui aprendendo como poderia ser útil para o meu próximo. 

O há esperança nasceu em 2013, inicialmente uma ação pontual de um grupo de amigos em uma atividade de natal. Com o tempo não pude resumir as atividades de apoio a comunidade com ações pontuais. 

Foi que iniciei o trabalho de alfabetização e reforço escolar com 30 crianças e grupos de convívio com 30 mulheres além do acompanhamento de 20 famílias em situação de risco social. Foi um trabalho diário de visitas as famílias e as casas, tentando ajudar no que podia. E indo em busca de doações e orientação. 

No ano em 2016, começaram a chegar os primeiros voluntários fixos. Foram professores, que hoje assumem as aulas. E logo depois uma assistente social, uma pedagoga e entre outras pessoas que hoje compõe o corpo administrativo do projeto. 

Nestes dois últimos anos ganhamos dois prêmios, o primeiro da empresa social Choice, tiramos em primeiro lugar; e o segundo , foi o prêmio de magistrados do Rio de Janeiro, em terceiro lugar em práticas humanitárias. E foi neste último prêmio que ganhamos o valor necessário para construir nossa sede , com as salas de alfabetização e reforço escolar. Além da sala de alfabetização de adultos. 

Hoje o projeto tem foco na transformação social através da oferta de uma educação de qualidade e acessível para a população de periferia. A educação é um Direito de Todos e ferramenta indispensável para a diminuição de desigualdades.  
Para contribuir com o futuro que almejamos disponibilizamos 30 vagas anualmente de apoio escolar e alfabetização em contra turno escolar, 10 vagas anuais para adultos em processo de alfabetização e oferecemos serviço de assistência social para famílias em acompanhamento. 
Toda a comunidade do "Favelinha" está sendo impactada pelas ações efetivas e colaborativas da equipe multidisciplinar voluntária do Há Esperança. 

Cremos que uma educação transformadora e inclusiva é a ferramenta para a construção do futuro que sonhamos.
Há Esperança! 

Att, Tayana Leoncio 

 

TAYANA LEÔNCIO

sou teóloga, especialista em história e pedagogia social, amante da fotografia, mãe de duas meninas e sonho em contribuir na construção de um mundo melhor.

© 2020 Por Diene Marinho | Crio Arte